Tipos de Piercing na Orelha + Fotos e Cuidados Antes e Depois

Entre as regiões mais populares que se colocam piercings, a orelha figura o topo. Existem uma variedade de regiões da orelha em que você pode colocar um piercing. Nesse guia, você vai conhecer todos esses lugares além de conferir alguns dos cuidados necessários para se fazer um piercing sem a chance de complicações. Vamos lá?!

Piercing orelha

Antes de colocar um piercing, você deve estar atento para alguns fatores:

final da promoção
  1. Pesquisa: antes de mais nada, você precisa buscar informação – e creio que é exatamente isso que você esta fazendo aqui. Ler sobre os tipos de piercings, os devidos cuidados e possibilidades de complicações vão te ajudar a tomar decisões mais inteligentes e saber exatamente a lidar com a possibilidade de complicações;
  2. Tolerância a dor: você deve observar o seu próprio cor e ter consciência total a sua tolerância a dor. Isso vai ajudar não só no momento de perfuração, como também no período de cicatrização, dado que a dor pode ser algo incômodo que, se você não souber lidar, pode gerar complicações;
  3. Alergias: algumas pessoas têm alergias a determinados tipos de metais. E as joias utilizadas em piercings costumam ser feitas de metais. Por conta disso, antes de realizar o procedimento, você deve ter consciência de suas alergias. Ao perceber qualquer sinal de rejeição, retire o piercing e busque por ajuda médica;
  4. Cada orelha é única: nem todo piercing na orelha é para todo mundo. Por exemplo, algumas estruturas de orelhas podem não ser adequadas para um piercing do tipo daith. Esse tipo de coisa pode ser solucionado conversando com antecedência com o profissional que realizará a perfuração;
  5. Profissional: falando em profissional, lembre-se de ir sempre a um profissional com experiência para realizar o procedimento. Para tal, busque por estúdios de piercing que tenham uma boa reputação e que atendam a todas as exigências da vigilância sanitária;
  6. Não vá sozinho: ao realizar o procedimento, leve consigo ou amigo ou parente. Isso vai te deixar emocionalmente mais confortável para o procedimento. Além disso, você terá a ajuda de quem você ama caso algo não ocorra como planejado.

Tipos de Piercings na Orelha

A orelha é uma região com inúmeras pequenas partes, o que oferece uma variedade de possibilidades de piercing. Cada região vai ter uma diferente intensidade de dor e um diferente tempo de cicatrização. Os procedimentos de cuidados também variam de região para região. Abaixo, você vai conferir um pouco mais de informações sobre cada região para fazer a escolha certa e tomar as melhores atitudes nessa empreitada.

Hélice

Hélice

Eis o tipo de piercing inserido na região superior da orelha, em uma região cartilaginosa. Ele costuma ter uma baixa intensidade de dor (o que se relata é uma pequena picadinha, dado que a região não tem terminações nervosas, que são o que intensificam a dor). Uma vantagem dessa região é a possibilidade de joias, dado que ele aceita uma grande variedade.

Industrial

Eis um modelo bastante popular, principalmente entre as mulheres. Ele costuma levar apenas uma joia, embora seja feito a partir de dois furos, como você pode conferir na imagem.

Snug

Snug

Eis um modelo feito na parte interna da cartilagem da orelha. É um dos modelos mais exóticos, menos popular que os demais mas não menos bonito.

Rook Piercing

Eis um modelo de perfuração vertical localizado na parte superior do trago. Ele é inserido entre a parte frontal e a parte interna da concha. A joia mais comum utilizada nessa região são pequenas barrinhas.

Conch Piercing

Conch Piercing

Também chamado de “piercing de concha“, este tipo se localiza ao meio da orelha. A joia mais utilizada são anéis e a dor é relativamente menor do que em outras regiões.

Orbital

Orbital

Geralmente feito utilizado argolas, o orbital faz jus ao nome: ele orbita na orelha. É feito a partir de dois furos que são conectados com apenas uma joia.

Tragus

Tragus

O tragus é aquela região da orelha que fica próxima ao ouvido. É um modelo popular, mas exige mais cuidados do que os demais, pela proximidade ao canal auditivo.

Anti-tragus

Anti tragus

Também feito na região próxima ao ouvido, mas na parte inferior.

Transversal

Transversal

No Brasil, eis um dos mais populares na região da orelha. Ele é feito a partir de um atravessamento no lóbulo. As joias mais comuns são as de barras horizontais.

Daith Piercing

Daith Piercing

Embora seja muito bonito, é um dos campeões quando o assunto são inflamações e rejeições. Por conta disso, você deve sempre buscar um profissional excelente se for realizar a perfuração do Daith Piercing. Há muito que pode dar errado nesse tipo.

Auricular

Auricular

Localizados na borda externa da cartilagem, são piercings pouco populares, mas muito belos. Costumam cicatrizar completamente entre 3 a 4 meses, mas dependendo muito do seu organismo, do seu sistema imunológico e dos devidos cuidados.

Dermal

Dermal

A perfuração dos dermais é feita apenas na superfície da pele. Geralmente, são feitos na parte interior do trago.

O que devo fazer antes de perfurar?

O sucesso do procedimento depende, como dito acima, da escolha de um bom profissional que saiba realizar o procedimento com segurança. Todavia, você também é responsável pelo sucesso da sua empreitada.  Já demos algumas orientações acima dos procedimentos que você deve tomar. Aqui vão mais algumas dicas:

  • O grande problema que gera complicações quando o assunto são piercings é a falta de conhecimento. Por conta disso, toda pesquisa a respeito do assunto é pouco. Leia artigos (o nosso blog conta com  muitos deles), veja vídeos no youtube, faça perguntas ao seu médico, ao seu perfurador, enfim, reúna o maior número de informações para que a operação seja um completo sucesso;
  • Pergunte por indicações para amigos que já realizaram perfurações para encontrar os melhores profissionais nessa área;
  • Nunca, em hipótese alguma, realize o procedimento sozinho ou com um amigo. Existem tutoriais ensinando como fazer a auto-perfuração, mas esse é um erro que pode causar complicações de proporções incalculáveis. Os custos envolvidos na perfuração são relativamente acessíveis e você não precisa correr o risco de fazer o procedimento por conta própria;
  • Confira se o estúdio em questão que realizará a operação atende todos os quesitos de vigilância sanitária, incluindo o uso de luvas, a esterilização da pistola, o uso de agulhas descartáveis e a limpeza do local;
  • É importante fazer uma boa refeição antes da perfuração e estar na sala momentos antes do horário marcado.

O que devo fazer depois de furar a orelha?

Os cuidados posteriores a perfuração são importantíssimos. São alguns deles:

  • Não ignore as instruções passadas pelo profissional que realizou o procedimento;
  • O cuidado e a limpeza são necessários diariamente;
  • Você pode utilizar água morna com sal marinho para acelerar o processo de cicatrização;
  • Alimente-se equilibradamente para fortalecer o seu sistema imunológico, que é responsável pela cicatrização saudável;
  • Ao perceber qualquer sinal de inflamação ou rejeição, busque imediatamente por ajuda médica;

Você tem dúvidas? Comente abaixo!

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Obrigada! 😘

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *